quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

Suã de Porco a Moda Siciliana com Cebolas Morenas e Farofa Picante


Queria fazer suã de porco, mas estava cansada do jeito tradicional que é cozida. 

Quando cheguei no açougue ainda não tinham começado a cortar-lá, e resolvi levar daquele jeito mesmo.

Nunca tinha assado suã, mas como ela estava bem carnuda imaginei que ia dar certo.

Gente ficou muito bom, muito bom mesmo!!!! Ficou suculenta na medida exata, não deixem de experimentar.

Ah, o ideal é ir em um açougue da sua confiança para que a suã não seja só com osso e pouca carne.

Para quem não sabe suã de porco são aqueles ossos da coluna e geralmente é vendida picada depois que retira a costelinha do porco e o lombo.

Então bora pra cozinha que hoje você vai se deliciar.



01 fio inteiro de suã de porco (com carne)
250 ml de limão siciliano
sal e pimenta do reino a gosto
03 ramos de alecrim fresco

Cebolas Morenas
08 mini cebolas
02 colheres de sopa de aceto balsâmico
01 colher de sopa de azeite
01 colher de chá de açúcar
Sal e pimenta do reino moída a gosto

Farofa de Picante
02 xícaras de chá de farinha (usei uma caseira temperada com pimenta)
01 colher de sopa de azeite
01 e ½ colher de sopa de manteiga
02 dentes de alho espremidos
sal e pimenta a gosto (se sua farinha não for temperada)

Modo de fazer: Coloque a suã em uma assadeira que possa ir ao forno e tempere com o limão, molho inglês, sal, ramos de alecrim inteiros e pimenta do reino, deixe descansar por 01 hora.

Coloque no forno médio até assar.

 Cebolas Morenas: Retire as cascas das cebolas e reserve-as inteiras.

Em uma panela coloque o azeite, deixe aquecer e salteie as cebolas por uns 4 minutos, acrescente uma pitada de sal e pimenta do reino moída, coloque o aceto balsâmico e a açúcar  misture, se necessário pingue um pouco de água, deixe cozinhar até secar quase todo o caldo, desligue, retire a cebola e reserve.

Farofa Picante: Na mesma panela que preparou a cebola, coloque o azeite, a manteiga e o alho deixe derreter a manteiga e o alho começar a fritar, assim que o alho começar a fritar acrescente a farinha misture para incorporar e deixe por uns 5 minutos mexendo sempre, desligue.

Montagem: Sirva a suã assada acompanhada das cebolas e da farofa.

Dica: Na farofa não usei sal nem pimenta, pois a minha farinha já era temperada e com pimenta, coloque sal e pimenta ardida a gosto na sua (caso não ache para comprar a farinha caseira temperada com pimenta).

Pode substituir a suã por costelinha de porco, mas garanto que se usar a suã não vai se arrepender.


segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

Salada de Broto de Feijão com Peito de Peru Defumado


Estava com vontade de fazer broto de feijão há algum tempo, optei por fazer uma salda, mas já estou com a receita de uns refogados para testar.

A salada ficou muito boa, a textura do broto de feijão ficou no ponto certo e a mistura de ingredientes harmonizou de tal forma que a salada foi sucesso no almoço lá em casa.

Então bora pra cozinha que hoje esta salada também vai fazer fama na sua casa.



250 gramas de broto de feijão
150 gramas de peito de peru defumado fatiado
½ xícara de chá de azeitona picada
01 cebola roxa pequena em cubinhos
01 tomate em cubinhos
cebolinha verde e salsa a gosto
04 colheres de sopa de azeite extra virgem
02 dentes de alho espremidos
sal e pimenta do reino moída a gosto

Modo de fazer: Em uma panela coloque água com sal e leve ao fogo, assim que ferver acrescente o broto de feijão, marque dois minutos, escorra e passe por água fria, reserve.

Na mesma panela, enxugue a água, coloque o azeite, o alho e leve ao fogo, assim que o alho começar a dourar desligue o fogo e reserve (atenção não deixe o alho queimar, senão fica amargo).

Pique o peito de peru defumado fatiado em quadradinhos, reserve.

Em uma saladeira coloque o broto de feijão acrescente o peito de peru, já picado, azeitona, cebola, tomate, cebolinha verde e salsa, misture, coloque pimenta do reino moída na hora, acrescente o azeite com o alho, misture para incorporar, acerte o sal se necessário.

Leve a geladeira até a hora de servir.

Dica: Pode substituir o peito de peru defumado por presunto, frango desfiado atum, etc (mas não deixe de experimentar com o peito de peru defumado dá um up no sabor)

sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

Porpetinhas a Gorgonzola


Ah... a tão esperada sexta feira chegou.

E claro já estou organizando o buteco, logo mais vamos abrir.

Então bora pra cozinha preparar as porpetinhas?




500 gramas de carne moída duas vezes (usei músculo)
01 envelope de creme de cebola
01 cebola roxa média picadinha
01 maço de cebolinha verde picada finamanente
03 pimentas bode picadinha
sal e pimenta do reino a gosto
azeite para untar

Molho de gorgonzola
200 ml de leite
01 colher de sopa de farinha de trigo
01 colher de sopa de manteiga
50 gramas de queijo gorgonzola
sal e pimenta do reino moída a gosto

Modo de fazer: Em uma vasilha coloque a carne moída abra fazendo um buraco no centro, acrescente o creme de cebola, a cebola picadinha, a cebolinha, pimenta e a pimenta do reino, amasse bem para incorporar todos os ingredientes e ficar uma massa homogênea  se necessário acerte o sal (a minha coloquei 01 pitada de sal).

Unte uma forma com azeite, reserve. Com a massa de carne moída faça bolinhas pequenas e vá colocando na forma untada.

Coloque as almôndegas em forno médio até assar, virando-as na metade do tempo, aqui em casa ficou 35 minutos em forno a 240 º.

Retire e reserve aquecida.

Molho gorgonzola: Em uma panela coloque a manteiga e a farinha de trigo, leve ao fogo para derreter a manteira e incorporar a farinha de trigo, sem para de mexer despeje o leite, deixe engrossar o creme em fogo baixo, assim que engrossar, acrescente o queijo gorgonzola amassado, misture bem para derreter, verifique o sal e acrescente pimenta do reino moída.

Montagem: Coloque as almôndegas em uma vasilha e despeje o molho por cima, sirva acompanhada de fatias de pão.

Dica: Esta quantidade de carne rendeu 50 almôndegas pequenas.

Eu assei as almôndegas, mas se preferir pode fritar por imersão.

quinta-feira, 24 de janeiro de 2013

Selo Literário



Hoje não tem receita, hoje tem desafio.

Ganhei dois selos literários das queridas Cláudia do Histórias e Aromas e da Nina Paim do Nina Cozinha Simplesmente, fiquei ultra feliz pois ler é uma das minhas paixões.

Deste pequena sempre estava com um livro na mão e na maior parte das vezes 'devorava' o livro em 2 dias, para mim ler sempre foi a melhor viagem a ser feita.

Nossa já fui para tantos lugares com os livros...

Junto com o selo vieram duas perguntas: quais os livros que você leu em 2012 e quais você pretende ler em 2013.

Em 2012 a minha leitura foi mais direcionada em razão de duas pós graduações que estava fazendo em direito societário e direito civil, consegui ler muito pouco fora dos livros necessário para elaboração dos monografias de conclusão dos cursos, mas vamos lá, reli em 2012 os livros Pássaros Feridos (que amo de paixão e já li umas trocentas vezes e tenho que reler todo ano, rsss) de  Collen McCullough e O Monge e o Executivo de James C. Hunter.

Em 2013 quero ler: a trilogia dos Cinquenta Tons de Cinza; A História de Pi de Yann Martel; É tudo tão simples de Danuza Leão e vários outros que não me recordo agora.

Contrariando a regra do desafio, não vou indicar ninguém, fiquem a vontade aqueles que amam ler, como eu, para participar e levar este selo com vocês.

Beijos para vocês e minhas amigas, Cláudia e Nina, MUITO OBRIGADA!!!!


quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

Mousse de Lichia


Entrei em um supermercado aqui em Uberlândia e no primeiro corredor que passe me deparei com uma lata de lichia em calda, fiquei doida, pois ainda não tinha visto e na hora já imaginei uma mousse daquele doce.

Resultado, levei a lata de lichia em calda e no final de semana surgiu esta mousse na minha cozinha.

O sabor me agradou demais (e olha que sou chata para doces) a mousse ficou suave e azedinha, definitivamente vou fazer outras vezes.

Então bora para cozinha experimentar esta mousse.



01 lata de lichia em calda
01 lata de leite condensado
a mesma medida da lata de leite condensado (menos dois dedos) de leite
metade de da calda que estava a lichia
01 envelope de gelatina incolor e sem sabor

Modo de fazer: No liquidificador coloque o leite condensado, o leite, a lichia (reserve 05 unidades para decorar) e metade da calda (reserve o restante da calda), bata até ficar homogêneo.

Dissolva a gelatina conforme instruções do fabricante e com o liquidificador em movimento despeje a gelatina na mousse, desligue.

Despeje a mousse em uma forma plastica de pudim (ou outra vasilha de sua preferência) previamente molhada e leve a geladeira para endurecer (no mínimo 06 horas, fiz de uma dia para o outro).

Na hora de servir desenforme a mousse e decore com as lichias reservadas  partidas ao meio e com um pouco da calda reservada.

Dica: Na hora de derreter a gelatina, não deixe ferver, pois senão ela não endurece.


Obs: Não é publieditorial, coloque a marca pois foi a única que vi, até agora, no mercado

terça-feira, 22 de janeiro de 2013

Filézinho de Pernil ao Creme Dourado


Hoje estou chegando para o jantar, mas com este filézinho de pernil tão gostoso que vai dar vontade de correr para a cozinha.

Então bora pra cozinha?


04 bifes de pernil (repartidos em 03 cada um)
sal e pimenta do reino moida a gosto
½ cebola branca ralada
02 colheres de sopa de mostarda amarela
03 colheres de sopa de creme de leite
01 colher de sopa de vinagre
cebolinha verde picada

Modo de fazer: Tempere os bifes de pernil, já repicados, com sal e pimenta do reino e deixe descansar por 30 minutos.

Rale a cebola e deixe-a descansando em uma vasilha com o vinagre.

Leve uma frigideira de fundo grosso ao forno, coloque um pouco de óleo deixe esquentar bem e coloque os bifes, de 03 em 03, para grelhar, retire-os mantendo aquecidos.

Creme dourado: Após terminar de grelhar todos os bifes, com a frigideira ainda suja, coloque 01 colher de sopa de óleo, deixe esquentar e acrescente a cebola, e com auxílio de uma colher vá mexendo e soltando os sucos da frigideira (se necessário acrescente um pouquinho de água), quando tiver soltado bem os sucos da frigideira e a cebola estiver transparente, acrescente a mostarda e o creme de leite e misture, volte com os bifes para a panela, misture ao creme para incorporar, desligue. Salpique cebolinha verde.

Sirva quente.

Dica: Pode fazer com bife de lombo ou filézinho de frango.

segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

Mousse de Tender


Em época de férias é sempre bom termos receitinhas curingas na manga. E esta mousse é uma delas, a mesma base pode ser utilizada para uma infinidade de sabores.

Esta mousse ficou muito saborosa, fiz para o ano novo, mas você pode fazer para uma festa ou para um lanche.

Então bora pra cozinha fazer esta delícia?


200 ml de creme de leite
150 ml de maionese
02 xícaras de chá de tender ralado grosso ou picado
01 envelope de gelatina em pó incolor e sem sabor
01 cebola média
sal e pimenta do reino moída
02 colheres de sopa de azeite extra virgem
azeite para untar

Modo de fazer: No liquidificador coloque o creme de leite, o azeite, a cebola e o tender, bata até obter um creme homogêneo, acrescente a pimenta do reino e verifique o sal, se necessário retifique.
Dissolva a gelatina conforme instruções do fabricante, e despeje na mousse com o liquidificador em movimento.

Unte uma forma com azeite, despeje a mousse e leve a geladeira para endurecer (pelo menos 06 horas).

Pouco antes de servir, desenforme a mousse e decore ao seu gosto, eu utilizei pimenta biquinho e nozes.

Sirva com torradas, pão árabe, pão italiano

Dica: Substitua o tender por atum, presunto, queijos, pernil, salaminho, salmão, mortadela, frango, azeitona, tomate seco ou o que sua criatividade permitir.

sexta-feira, 18 de janeiro de 2013

Panceta a Pururuca - Acompanhada de Mandioca Salteada na Manteiga de Alho e Cebolinha e Molho de Mostarda Picante

Que dia é hoje? Dia de butecar, é claro!!!

E o buteco não vai abrir hoje não?!! Claro que vai, pode vir rapidinho que já tá abrindo e a cerveja esta mofando.

Então bora pra cozinha preparar o tira gosto?




Panceta a Pururuca

01 manta de barriga de porco (panceta) com a pele e com +/- 10 cm de largura (escolha uma que tenha mais carne)
sal, alho e pimenta do reino moída

Mandioca Salteada na Manteiga de Alho e Cebolinha

300 gramas de mandioca cozida
03 colheres de sopa de manteiga em temperatura ambiente
03 dentes de alho espremidos
02 colheres de sopa de cebolinha picadas
sal a gosto

Molho de Mostarda Picante

02 colheres de sopa de mostarda de dijon
01 colher de sopa de aceto balsâmico
01 colher de chá cheia de pimenta calabresa seca

rodelas de limão

Modo de fazer: Panceta a Pururuca: prepare um tempero como o sal e o alho, tempere a barriga de porco com a mistura de sal e alho e a pimenta do reino moída (tempere apenas a parte da carne, não tempere a pele), coloque na geladeira de um dia para outro ou no mínimo 8 horas.

Ligue o forno alto para pré aquecer por 05 minutos. Cubra uma forma com papel alumínio e unte-o com um pouco de óleo, coloque a barriga com a pele virada para cima. Leve ao forno alto, já pré aquecido, para assar e pururucar a pele (usei o forno a 290º que é a temperatura máxima do meu forno) ATENÇÃO NÃO REDUZA A TEMPERATURA DO FORNO.  Aqui em casa ficou no forno por 45 minutos.

Mandioca Salteada na Manteiga de Alho e Cebolinha: cozinhe a mandioca em água salgada como de costume, quando estiver cozida, escorra e reserve.

Acrescente na manteiga o alho e a cebolinha e misture até obter uma pasta homogênea, coloque esta mistura em uma panela e leve ao fogo, assim que a manteiga derreter e o alho começar a dourar, acrescente a mandioca picada em pedaços pequenos, misture para incorporar, acerte o sal, deixe uns 3 minutos e desligue.

Molho de Mostarda Picante: Em uma molheira misture todos os ingredientes com auxílio de um fouet para incorporar.

Montagem: Pique alguns pedaços da barriga de porco, coloque em uma travessa, coloque a porção de mandioca ao lado, coloque o molho no centro, decore com rodelas de limão.

Sirva acompanhado de uma cerveja gelada.

Dica: Não molhe a pele da barriga de porco, senão vai ter dificuldade em pururucar.

Para assar tem que ser no forno quente, pois senão não pururuca.

Procure uma barriga que tenha pelo menos 04 dedos de carne.





quinta-feira, 17 de janeiro de 2013

Gratinado de Purê de Mandioca Picante ao Frango Cremoso


Por aqui esta chovendo e o calor deu uma trégua (ainda bem porque ninguém tava merecendo o calor descomunal que estava fazendo).

E de uma noite mais fria surgiu esta delícia, que ficou assim... hum... de comer e pedir por mais.

Então bora pra cozinha que tenho certeza você vai comer e ainda repetir.



Purê de Mandioca Picante

500 gramas de mandioca cozida
100 ml de leite
200 ml de creme de leite
01 cebola
03 pimentas de cheiro picadinhas
02 colheres de sopa de manteiga
01 colher de sopa de azeite
02 dentes de alho espremidos.
Sal e pimenta do reino moída a gosto

Recheio de Frango Cremoso

01 peito de frango desfiado
200 gramas de requeijão cremoso
sal e pimenta do reino a gosto
01 dente de alho espremido
01 colher de café de corante de urucum
óleo para refogar

azeite extra virgem
01 calabresa grande ralada
Queijo muçarela a gosto

Modo de fazer: Purê de Mandioca Picante: cozinhe a mandioca em água com sal, assim que estiver bem cozida, escorra reservando 01 copo da água do cozimento.

Retire a linha grossa da mandioca e se os pedaços estiverem muito grandes pique em pedaços menores, coloque no liquidificador a mandioca, com o leite o creme de leite, a cebola e bata até obter um creme grosso e homogêneo, se estiver muito pesado para bater, vá colocando a água do cozimento da mandioca aos poucos (cuidado não é para ficar mole demais).

Em uma panela coloque a manteiga, o azeite e o alho leve ao fogo assim que o alho começar a dourar acrescente o purê de mandioca, misture, acrescente a pimenta picada e pimenta do reino a gosto misture, acerte o sal deixe por 03 minutos em fogo baixo e desligue.

Frango Cremoso: Em uma panela coloque óleo suficiente para refogar e o alho, leve ao fogo assim que o alho começar a dourar coloque o corante de urucum, misture e acrescente o peito de frango, refogue bem, acrescente água para cozinhar. Assim que estiver cozido, retire e desfie, reserve.

Retire o caldo do cozimento da panela, deixando apenas o equivalente a 01 xícara de chá (ou menos dependendo da quantidade de frango desfiado que tiver), acrescente o frango desfiado no caldo misture e volte com a panela para o fogo para incorporar ao caldo, deixe no fogo por alguns minutos para que fique um molho mais encorpado (quase sem caldo), desligue e misture o requeijão.

Montagem: unte um refratário grande ou ramequins individuais com azeite coloque o purê de mandioca, o molho de frango cremoso, a calabresa ralada e queijo muçarela por cima.

Leve ao forno médio por 30 minutos.

Dica: Substitua o recheio pelo da sua preferência.
Guarde o restante do caldo do frango na geladeira, ou congelado, para usar em outras receitas.


terça-feira, 15 de janeiro de 2013

Tutu de Feijão Mineiro a Minha Moda


Ufa... enfim consegui participar da bc da Ana Cláudia do AnaCláudia Na Cozinha,  Josy do Cozinhando com a Josy, Margarida do Tachos vs Panelas e da Kati do Ajustando as Velas.

O tema escolhido foi feijão. Eu simplesmente amo feijão de qualquer jeito e qualquer tipo e para participar resolvi trazer um tutu mineiro a minha moda  que, modéstia a parte, é de comer de joelhos.

Então bora pra cozinha que dá tempo de fazer para o almoço.



Para 06 pessoas

02 xícaras de chá de feijão cozido
01 pedaço de linguiça caseira de pernil (+/- 200 gramas)
02 ovos cozidos
farinha de mandioca
02 dentes de alho espremidos
01 cebola branca pequena
tempero mineiro caseiro
pimenta do reino a gosto
óleo para fritar

Molho de cebola
01 cebola branca pequena em rodelas finas
½ colher de café de corante de urucum
01 dente de alho espremido
Pimenta do reino e sal a gosto

Modo de fazer: Frite a linguiça  como de costume, em uma panela de fundo grosso. Assim que estiver frita retire e pique-a em pedaços de +/- 01 dedo de largura, reserve.

Coloque os ovos para cozinhar como de costume, quando estiverem cozidos, desligue o fogo, deixe os ovos esfriar, descasque e pique em rodelas, reserve.

No liquidificador bata o feijão com 01 xícara de chá de água e a cebola, até ficar homogêneo, se ficar muito grosso coloque mais água (o ponto é cremoso e não líquido).

Na mesma panela que fritou a linguiça  escorra a gordura, deixando apenas o equivalente a 03 colheres de sopa, coloque o alho espremido e leve ao fogo, assim que o alho começar a fritar coloque 01 colher de chá rasa de tempero, misture e despeje o feijão batido, misture coloque a linguiça picada, deixando alguns pedaços para decorar. 

Mexendo sem parar, para não empelotar, vá colocando a farinha  aos poucos até adquirir a consistência desejada (um tutu mais firme ou mais mole), abaixe o fogo e deixe ferver até cozinhar a farinha.

Molho de cebola: Pique a cebola e coloque em uma vasilha e solte os anéis de cebola, tempere com sal (pouco) e a pimenta do reino, coloque ½ xícara de café de água, misture.

Em uma panela coloque 01 colher de sopa de óleo e o alho, leve ao fogo, assim que o alho começar a fritar coloque o corante de urucum, misture e despeje a cebola picada, misture, abaixe o fogo e deixar por uns 05 minutos, se necessário pigue mais água (mas não é para ficar um molho com muito caldo).

Montagem: Coloque o tutu de feijão em uma travessa de servir, acrescente por cima o ovo cozido e a linguiça reservada e o molho de cebolas.

Sirva acompanhado de carne de porco, couve e arroz branco.

Dica: Se você tiver dificuldades para misturar a farinha direto na panela, coloque para bater junto com o feijão no liquidificador (para esta quantidade de feijão +/- 2/3 de xícara de chá rasa de farinha).

Se for misturar a farinha direto na panela, pegue-a com a mão e vá soltando devagarinho sobre o feijão, como se sua mão fosse um funil (desculpem, mas esqueci de tirar fotos do passo a passo).

Durante o processo de cozimento da farinha tem que mexer o tutu algumas vezes para não grudar no fundo da panela.

Eu gosto do tutu mais molinho, então uso uma quantidade menor de farinha.


segunda-feira, 14 de janeiro de 2013

Geleia de Pimenta Dedo de Moça


O bom de blog de culinária que a gente sempre pega uma receita na cozinha ‘dasamigas’ e vai reproduzindo.

E passeando pelas outras cozinhas me deparei com esta geleia de pimenta na cozinha da Carla Colombo (se você ainda não conhece não deixe de dar uma passadinha por lá para se deliciar), na mesma hora tive certeza que ia fazer e como era finalzinho de novembro inclui no cardápio da ceia para acompanhar o leitão.
O que eu posso dizer para vocês? Ficou tão maravilhosamente deliciosa, que além do leitão acompanhou quase tudo que tinha, torradas, farofa, tender, até no bacalhau, só dava a geleia, sucesso total.

Então bora para cozinha que esta você não pode deixar de fazer.



 200 ml de suco de laranja
01 xícara de chá de açúcar
01 maçã sem casca e sementes ralada no ralo grosso
04 pimentas dedo-de-moça sem semente picadas
02 dentes de alho
01 pitada de sal

Modo de fazer: Em uma panela de fundo grosso coloque todos ingredientes, misture e coloque em fogo baixo por 20 minutos.

Após os 20 minutos, desligue o fogo, transfira para um vidro já esterilizado, tampe bem e deixe esfriar de cabeça pra baixo.

Sirva da maneira que preferir.

Dica: Eu fiz para acompanhar um leitão, que ainda vou postar a receita, mas foi usado com quase torradinhas, queijos, saladas, carnes diversas, tender é só usar a imaginação.

sexta-feira, 11 de janeiro de 2013

Descomplicadinho


E finalmente chegou sexta-feira.

Com este calorão que tá fazendo o corpo pede uma gelada, estupidamente gelada.

E para refrescar total o tira gosto tem que ser descomplicadinho.

Então bora para cozinha porque a cerveja já esta gelando.


02 xícaras de chá de queijo muçarela em cubos
100 gramas de azeitonas pretas e verde temperadas
01 xícara de chá de pimenta biquinho
80 gramas de tomate seco picado grosseiramente.

Modo de fazer: Na véspera prepare as azeitonas temperadas como ensinei neste post, deixando em uma vasilha com tampa na geladeira.

Algumas horas antes de servir misture nas azeitonas, o queijo, a pimenta biquinho e o tomate seco, tampe a vasilha e sacuda por 01 minutos.

Leve a geladeira, na hora de servir coloque em travessinhas.

Dica: Pode substituir o queijo muçarela por queijo minas fresco ou meia cura

quinta-feira, 10 de janeiro de 2013

Caracol a Dois Pimentões, Cebolas e Nozes


Com este calor tenho dando preferência as saladas e a criatividade tem rolado solta na minha cozinha.
Esta começou para ser de um jeito, no meio do processo mudei tudo (isto já aconteceu com vocês?); ainda bem por que o resultado foi digno dos deuses.
De tão saborosa ganhou status número 01 do almoço e de coadjuvante passou a prato principal. E claro, não pude deixar de trazer para vocês.
Então bora pra cozinha que esta salada também vai brilhar no seu almoço.
Para 06 pessoas
300 gramas de massa curta formato caracol (ou outro da sua preferência)
01 pimentão vermelho pequeno em tiras
01 pimentão amarelo pequeno em tiras
01 cebola branca pequena em cubinhos
01 cebola roxa pequena em tiras finas
100 gramas de azeitonas pretas inteiras
50 gramas de tomate seco picados grosseiramente
01 colher de chá de orégano
01 colher de café de pimenta calabresa seca
sal e pimenta do reino moída a gosto
azeite extra virgem q.b.
½ xícara de chá de nozes picadas grosseiramente.
Modo de fazer: Cozinhe o macarrão, em água salgada, conforme instruções do fabricante, deixando cozido, mas ainda firme, escorra e reserve.
Em uma panela coloque azeite (+/-03 colheres de sopa) as cebolas, leve ao fogo até a cebola ficar transparente, acrescente os pimentões, misture, marque 1 minuto e 30 segundo mexendo sem parar, acrescente a azeitona e o tomate seco, misture e desligue o fogo, coloque o orégano  pimenta calabresa, pimenta do reino moída e as nozes, misture, acerte o sal.
Com o molho ainda quente acrescente o macarrão e misture delicadamente para incorporar bem na massa.
Coloque em uma saladeira e leve a geladeira até a hora de servir.
Dica: Este mesmo prato dá para servir quente, se preferir quente sirva assim que misturar o macarrão no molho acrescentando lascas de queijo parmesão por cima.

quarta-feira, 9 de janeiro de 2013

Rocambole de Linguiça


Vi este rocambole pela primeira vez no blog da querida Ana, o Ana Cláudia na Cozinha, e fiquei com água na boca. Vocês ainda não conhecem o blog dela? Não percam mais tempo, pois não sabem o que estão perdendo.

Sabia que tinha que fazer, demorei um pouquinho  e resolvi aproveitar as férias para experimentar.

Lá em casa foi sucesso total e com certeza vai ter repeteco, porque é muito saboroso.

Então bora pra cozinha que hoje este rocambole vai fazer sucesso na sua casa.



02 kg de carne para linguiça (ou de linguiça e você tira a carne de dentro da tripa)
200 gramas de presunto fatiado fino
02 xícaras de chá queijo minas ralado grosso
01 xícara de chá de tender ralado grosso
01 colher de sobremesa de orégano
01 colher de chá de pimenta calabresa seca
pimenta do reino moída
papel alumínio
azeite para untar

Modo de fazer: Em um vasilha misture o queijo, tender, orégano  pimenta calabresa e reserve.

Coloque a carne da linguiça em uma vasilha, acrescente pimenta do reino moída e amasse alguns minutos para ligar. Coloque sobre um pedaço bem grande papel alumínio e com auxílio de um rolo abra a carne formando uma manta sobre o papel, coloque as fatias de presunto e por cima a mistura do queijo ralado com o tender. Com ajuda do papel alumínio enrole formando um rocambole, apertando bem e fechando as laterais.

Quando o rocambole estava todo fechado, untei o papel alumínio com um pouco de azeite e envolvi o rocambole, coloquei em uma assadeira forrada com papel alumínio.

Leve ao forno a 200º até assar, aqui em casa deixei 2 horas e 30 minutos em fogo baixo, abri o papel alumínio e voltei ao forno por mais 25 minutos para dourar.

Dica: Eu não encontrei a carne de linguiça sem a tripa, comprei a linguiça comum e retirei-a da tripa, por isto precisei amassar para ligar.

A linguiça não pode esta congelada, pois senão não da liga.

Use o recheio da sua preferência, mas use recheio seco.

Dá próxima vez vou usar 1 kg de linguiça comum e 1 kg apimentada.