quinta-feira, 14 de março de 2013

Risoto de Bacalhau

Dia destes estava querendo comer um risoto de bacalhau, mas queria um risoto simples em que o único sabor a sobressair fosse o próprio bacalhau, pesquisei algumas receitas, mas não era aquilo.
Lembrei da bacalhoada e do modo que cozinho (acho que todos fazem assim, rss) a batata na própria água que cozinhou o bacalhau e decidi que iria fazer usando aquele conceito.
Olha, vou contar um segredinho, vocês vão ter que comer para compreender o sabor deste risoto, pois nenhuma palavra que conheço consegue descrever.
Então bora pra cozinha que hoje é dia de sabores indescritíveis.
Para 04 pessoas
500 gramas de bacalhau desfiado e dessalgado
02 xícaras de chá de arroz arbóreo
150 ml de vinho branco seco
08 dentes de alho espremidos
azeite extra virgem de boa qualidade
sal e pimenta do reino moída a gosto
cebolinha verde picada finamente
Modo de fazer: Dessalgue o bacalhau como de costume, coloque-o para aferventar em água limpa, retire e reserve a água (+/-02 litros). Retire as espinhas e desfie o bacalhau.
Coloque a água que cozinhou o bacalhau para esquentar.
Em uma panela coloque bastante azeite e 06 dentes de alho espremidos, leve ao fogo, assim que o alho começar a dourar refogue o bacalhau, acrescente pimenta do reino moída e acerte o sal, se necessário, misture e deixe refogar por uns 4 minutos. Desligue, retire o bacalhau da panela e reserve.
Na mesma panela, sem lavar, coloque 03 colheres de sopa de azeite e o alho restante, leve ao fogo e assim que o alho dourar levemente acrescente o arroz arbóreo, refogue por uns 4 minutos, mexendo sem parar, abaixe o fogo, coloque o vinho, misture e deixe por 02 minutos para o vinho evaporar. Vá acrescentando a água (que cozinhou o bacalhau) aos poucos, mexendo sem parar, até o arroz chegar no ponto desejado (deixei al dente). Acrescente o bacalhau, misture bem, regue com azeite, tampe e deixe descansar por 05 minutos.
Sirva com cebolinha picada e mais azeite por cima.

Dica: Eu usei bacalhau já dessalgado, deixei de molho em água fervente com 01 colher de sopa de sal grosso por 10 minutos e aferventei utilizando esta água.
Se for dessalgar o bacalhau deixe-o na geladeira por 18 horas trocando a água de 06 em 06 horas.

14 comentários:

  1. Fê, nota 10, nota 1.000! Adorei essa receita, costumo comprar esse bacalhau dessalgado e a próxima vez que estiver com ele em mãos vou fazer ESSE risoto! Simples e que privilegia o sabor do bacalhau, boa sacada a de usar a água :) Show! Beijos.

    ResponderExcluir
  2. Gostei imenso do aspecto, que maravilha!

    ResponderExcluir
  3. Ai que eu sentava-me e comia ui que maravilha!!!
    Deve de ser muito reconfortante e deve de cheirar tão bem =)
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  4. Ai que tudodebom!!!Maravilha...está de deixar água na boca:))beijão

    ResponderExcluir
  5. Deve ter ficado delicioso
    beijos

    ResponderExcluir
  6. Olá Fê,
    um risoto com gostinho bacalhau é tudo de bom......hummmmmmm!

    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Olá Fê,
    o teu risotto ficou bem cremoso e com esse ingrediente de excelência, o bacalhau, deve ser divinal
    Bjns
    Isabel

    ResponderExcluir
  8. Uma excelente receita de risotto!
    bjs

    ResponderExcluir
  9. Oi Fê, arrasou na receita, adorei, é simplesmente genial!! Aqui na Alemanha é muito difícil de encontrar bacalhau salgado, mas se eu achar, vou experimentar essa receita com certeza, fiquei com desejo…hehe

    Beijinhos
    Marisa

    ResponderExcluir
  10. Que sugestão maravilhosa...
    Beijinhos,
    http://sudelicia.blogspot.pt

    ResponderExcluir
  11. Que delicia que deve ter ficado esse risoto Fê, eu como fã ardorosa de bacalhau com certeza iria comer, e pedir bis. Ficou lindo e cremosinho como gosto. Beijocas

    ResponderExcluir
  12. Ficou lindo o risotto e deve ser uma delicia

    ResponderExcluir
  13. Querida Fê,
    Adoro bacalhau e adoro risotto e esta tua sugestão é magnífica!
    Beijinhos,
    Lia.

    ResponderExcluir

Olá, que bom receber a sua visita.
Fique a vontade para deixar seu comentário e voltar quando quiser.
Beijo grande
Fê Dayrell