sexta-feira, 30 de novembro de 2012

Covinha Picante


Sexta feira e eu no buteco.... de novo.

Aqui em Uberlândia tem uns bares e choperias muito bons, em um deles tem umas batatinhas assadas com casca e recheadas com requeijão que eu acho divinamente deliciosas. Tentei reproduzir em casa, mesmo sem a receita e não é que ficou bom demais.

Então bora pra cozinha que a cerveja já está gelando.


06 batatas pequenas (mas não a bolinha)
requeijão cremoso q.b.
01 gema de ovo
02 colheres de sopa de queijo parmesão ralado fino
sal e pimenta calabresa seca a gosto
manteiga para untar

Modo de fazer: Lave e higienize as batatas.

Em uma panela coloque água com bastante sal e acrescente as batatas inteiras e com casca. Deixe cozinhar, quando estiverem cozidas, mas ainda firmes, retire, escorra, passe pela água fria e deixe esfriar.

Parta as batatas ao meio e faça um corte reto no fundo delas (como na foto 01).

Com auxílio de uma colher de chá faça uma covinha no centro de cada batata retirando a polpa.

Coloque as batatas em um refratário untado com manteiga. Coloque requeijão cremoso em cada covinha (não encha demais).

Bata a gema com auxilio de um garfo ou batedor  acrescente uma pitada de sal, a pimenta calabresa seca a gosto e o queijo parmesão, bata mais um pouco. 

Com auxilio de uma colher coloque por cima de cada batata, já recheada.

Leve ao forno a 200º até dourar (+/- 35 minutos).

Sirva em temperatura ambiente.

Dica: Pode servir como acompanhamento em um almoço ou jantar, neste caso sirva quente.

Utilize a polpa da batata para fazer um purê ou engrossar algum caldo.



quinta-feira, 29 de novembro de 2012

Tempero Mineiro Caseiro


Bom dia!!!! A boa filha a cozinha retorna. Rss, brincadeiras a parte, depois de pouco mais de uma semana estou de volta. Como alguns já sabem estive ausente do blog e das cozinhas amigas em razão do processo eleitoral da OAB aqui em Minas, pois eu fazia parte de uma das chapas concorrentes. Para os que não viram no meu face, a chapa que eu participava ganhou, e no início desta semana tinha muita coisa para colocar em ordem fora audiências e prazos vencendo. Enfim um louuuucura.

A partir de hoje vou retomando as minhas postagens e as visitas as suas cozinhas (aí será que vou dar conta de tanta coisa gostosa que perdi nos últimos dias?!)

Durante estes dias percebi que cometi uma falha tremenda com vocês. 

Ora, em todas as minhas receitas me refiro a um tal tempero mineiro caseiro, mas cadê que tinha mostrado para vocês como faço?! Pode!!! Não, não pode, tenho que corrigir este erro.

Então bora pra cozinha fazer tempero?



Quantidade para 01 kg de tempero
100 gramas de alho descascado
100 gramas de cebola branca
05 pimentas de cheiro
Pimenta ardida a gosto (opcional)
50 ml de oléo
01 kg de sal fino

Modo de fazer: No liquidificador coloque o óleo, o alho, cebola e a pimenta de cheiro, bata no pulsar do liquidificador até obter uma pasta grossa (se necessário coloque mais um pouquinho de óleo, mas cuidado esta pasta não pode ficar líquida). Desligue, se for usar a pimenta ardida, coloque e bata novamente.

Despeje a pasta batida em uma vasilha e vá colocando o sal aos poucos e mexendo, se ficar muito mole, coloque mais um pouco de sal.

Transfira o tempero para um pote de vidro esterilizado e use para temperar carnes, arroz, legumes, sopas, etc.

Dica: Eu faço sempre mais do que esta quantidade e guardo para usar aos poucos.

Não é necessário colocar na geladeira.

Não deixe o tempero ficar úmido, o ideal é que se coloque sal até que o tempero fique seco.

Cuidado com a quantidade de óleo, coloque apenas o suficiente para bater o alho e cebola, pois senão vai ter que usar mais sal para dar o ponto.

Para fazer 6 kg de tempero uso 250 ml de óleo.

Se quiser pode acrescentar cheiro verde.



quarta-feira, 21 de novembro de 2012

Farofa de Abobrinha e Pimenta Verde


As vezes o que faz meu paladar entrar em festa é a mais simples das comidas.

Com esta farofinha despretensiosa foi assim e ficou tão deliciosamente saborosa, daquelas que de tão boa confortam a alma, que não resisti e trouxe um pouquinho para vocês.

Então bora para cozinha que hoje vamos de farofinha.

(Gente  as postagens estão programadas esta semana, por aqui estou na reta final das eleições da OAB, não vou ter como visitar a cozinha de você esta semana. bjs)


Para 03 pessoas

01 abobora italiana pequena ralada com casca
04 pimentas de cheiro verde em rodelas finas (usei dedo de moça)
02 ovos
sal e pimenta do reino moída a gosto
farinha de mandioca fina q.b.
03 colheres de sopa de manteiga
01 dente de alho espremido
cebolinha verde a gosto
óleo

Modo de fazer: Higienize a abobrinha e as pimentas. Rale a abobrinha e pique a pimenta em rodelas finas, reserve.

Em uma panela coloque 01 colher de sopa de óleo e o alho, leve ao fogo assim que o alho começar a dourar refogue a abobrinha, já temperada com sal e pimenta do reino moída, deixe refogar por uns 05 minutos e retire.

Na mesma panela coloque a manteiga e 01 colher de sopa de óleo, deixe derreter e quebre os ovos, polvilhe sal sobre eles, assim que começar a fritar, dê uma quebradinha com uma colher nos ovos, para que fiquem em pedaços médios, deixe acabar de fritar, volte com a abobrinha para a panela, acrescente a pimenta, misture, coloque a farinha de mandioca aos poucos até atingir o ponto desejado (usei +/- 1 xícara de chá), misture e deixe uns 04 minutos mexendo delicadamente para não grudar no fundo.

Desligue, acrescente a cebolinha e sirva.

Dica: Eu gosto da farofa mais úmida, se quiser mais seca coloque mais farinha.

terça-feira, 20 de novembro de 2012

Costela Assada com Laranja e Mandioca na Manteiga e Chips de Alho

Hoje, sem falsa modéstia, vocês vão babar colorido nesta costela e sabe o que vai acontecer? Você vai experimentar.

Então bora pra cozinha que hoje vai ser pouco papo e muito sucesso.




Para 06 pessoas

01 costela de boi inteira de +/- 1,5 quilo
suco de 04 laranjas
tempero mineiro caseiro
pimenta do reino moída
02 folhas de louro
01 cebola roxa em rodelas médias

Para a Mandioca na Manteiga e Alho Chips

700 gramas de mandioca em rodelas médias
sal q. b.
02 colheres de sopa cheias de manteiga em temperatura ambiente
04 dentes de alho em lâminas finas

salsa picada a gosto

Modo de fazer: Na véspera, limpe a costela, retirando o excesso de gordura, tempere com o tempero caseiro (usei 01 e 1/2 colher de sopa rasa) e a pimenta do reino moída, coloque-a em uma vasilha e regue com o suco da laranja, coloque por cima as rodelas de cebola e as folhas de louro cubra com filme plástico e leve a geladeira por 24 horas.

Após este tempo, transfira a costela para uma assadeira, coloque a marinada, cubra com papel alumínio fechando bem todas as laterais da assadeira e leve ao forno baixo até assar, aqui em casa demorou 03 horas.

Para a Mandioca: Cozinhe as mandiocas em água com sal, até ficarem cozidas, mas ainda firmes.

Em uma assadeira ou refratário aberto coloque a mandioca envolva-a na manteiga e no alho em lâminas e leve ao forno quente por +/- 35 minutos.

Polvilhe salsa por cima da costela antes de servir.

Sirva a costela acompanhada da mandioca.

Dica: Para assar a costela pode ser que seu forno demore mais ou menos que o meu, o ponto ideal dela é desmanchando, a carne solta totalmente do osso.

Vede bem a assadeira com papel alumínio fechando bem todos os lados.

segunda-feira, 19 de novembro de 2012

Feijão Frito


Vocês conhecem feijão frito? Na minha terra adoramos e com certeza vocês devem conhecer ainda que por outro nome, se não conhecem se preparem.

Normalmente faço com feijão carioca, mas tinha um pouco de feijão fradinho e me bateu uma vontade de um feijão frito e na hora imaginei que com aquele feijão ia ficar tudo de bom.

Pois é, ficou. Tudo de bom e mais um pouco, hum.... me dá água na boca só de lembrar.

Então bora pra cozinha que hoje vamos ter um feijão frito da pontinha da orelha.


300 gramas de feijão fradinho cozido, mas ainda firme
01 lingüiça média calabresa em rodelas finas
100 gramas de bacon em cubos
01 cebola roxa em meia lua fina
04 ovos fritos e picados
02 dentes de alho espremidos
cebolinha verde picada a gosto
pimenta do reino moída
tempero mineiro caseiro
sal (para o ovo)

Modo de fazer: Cozinhe o feijão na panela de pressão como de costume, após cozido, escorra a água e reserve.

Em uma panela coloque 01 colher de sopa de óleo e frite o bacon, quando estiver bem frito, retire e reserve. Na mesma panela frite a linguiça calabresa, retire e reserve. Ainda na mesma panela frite o ovo como de costume (coloque sal), retire e pique em pedaços médios, reserve.

Na mesma panela retire um pouco do óleo, deixando o suficiente para refogar o feijão, acrescente o alho, quando começar a fritar coloque a cebola e deixe até ficar transparente, refogue o feijão, tempere com o tempero mineiro caseiro (não muito, lembre-se que os outros ingredientes já tem sal), misture delicadamente, acrescentes o bacon, a linguiça e o ovo, misture e deixe refogar por uns 03 minutos, desligue. Polvilhe a cebolinha verde.

Sirva quente acompanhado de carne de porco.

Dica: Pode usar feijão carioca, jalo ou branco.

Não deixe muita gordura na panela para refogar o feijão, senão vai ficar muito gorduroso.

sexta-feira, 16 de novembro de 2012

Torresmo na Panela de Pressão

Sexta feira!!!! E esta é das boas, no meio do feriadão.

Vamos preparar o tira gosto? Porque a cerveja já esta gelando.

Quando meu marido me falou desta receita de torresmo eu fiquei doida para testar e confesso que até o último minuto  não tinha certeza se ia dar errado.

E não é que é muito boa. O torresmo ficou sequinho e super crocante.

Então bora pra cozinha?




400 gramas de torresmo de barriga picado em pedaços
sal a gosto
óleo para untar a panela

Modo de fazer: Tempere o torresmo com sal (+/- 01 colher de chá rasa).

Em uma panela de pressão coloque um pouquinho de óleo, apenas para untar a panela, coloque o torresmo, leve ao fogo médio e mexa até o torresmo desgrudar da panela.

Tampe a panela de pressão ATENÇÃO RETIRE A BORRACHA DA PANELA DE PRESSÃO, POIS NÃO É PARA PEGAR PRESSÃO. Deixe por aproximadamente 20 minutos, em fogo alto, durante este tempo mexa, sacudindo a panela, por várias vezes para não deixar queimar.

Vai começar a estourar igual pipoca, quando parar de fazer barulho vai esta pronto, retire com uma escumadeira.

Sirva com limão e uma cerveja bem gelada.

Dica: NÃO ESQUEÇA DE RETIRAR A BORRACHA DA TAMPA DA PANELA DE PRESSÃO.

O tempo necessário é aproximado, o meu passou um pouquinho e alguns pedaços queimaram, portanto não se descuide e não pare de sacudir a panela para que não queime.

O ideal é que o torresmo da barriga tenha pelo menos 6 cm de carne.



segunda-feira, 12 de novembro de 2012

Salada de Pimentões e Cebola Assada

Para começar a semana com o pé direito vamos de saladinha?

Esta salada foi uma surpresa muito boa, o sabor e aroma são verdadeiramente divinos e vai bem com tudo.

Então bora pra cozinha que hoje é dia de salada.


01 pimentão vermelho grande
01 pimentão amarelo grande
01 pimentão verde grande
01 cebola roxa grande
02 colheres de sopa de aceto balsâmico
02 dentes de alho espremidos
azeite extra virgem q.b.
flor de sal (ou sal comum)

Modo de fazer: Higienize os pimentões e a cebola coloque em uma assadeira e leve-os inteiros ao forno por 35 minutos.

Deixe amornar e retire a pele e as sementes dos pimentões e corte em tiras, retire a casca da cebola, parta-a ao meio e pique em meias luas médias.

Em uma saladeira coloque os pimentões e a cebola já picados, coloque o aceto balsâmico, misture e reserve.

Em um frigideira, coloque azeite (+/-1/2 xícara de café) e o alho, leve ao fogo e doure o alho levemente, retire do fogo e despeje por cima dos pimentões, misture, tempere com flor de sal (ou sal comum).

Leve a geladeira até a hora de servir.

Dica: Pode servir como antepasto acompanhado de pães ou torradas.


sexta-feira, 9 de novembro de 2012

Moela Mineira

Sexta feira, enfim.

Aqui acompanhada de uma chuvinha....mas mesmo assim não vamos dispensar a gelada!

Já contei para vocês que lá em casa todo mundo cozinha, eu, meus irmãos, meu pai e minha mãe, meus tios? Pois é uma família de cozinheiros, cada um em sua 'especialidade'. 

Meu irmão cozinha muito bem e faz cada tira gosto de babar colorido. E hoje eu trouxe para o buteco esta moela feita por ele.

Não torça o nariz antes de experimentar, vocês vai se deliciar, afinal todo buteco que se preza tem um bom molho de moela no cardápio.

Então bora para cozinha que a cerveja já esta no freezer.


01 pacote de moela de galinha (se necessário de uma limpada nelas)
01 cebola em meia lua fina
01 pacote de creme de cebola
tempero mineiro caseiro e pimenta do reino moída
01 colher de café de corante de urucum
02 pimentas bode picadinhas
cebolinha verde
01 litro de água fervente
óleo
pão ou torradas para acompanhar

Modo de fazer: Tire as moelas do pacote e se necessário limpe-as novamente, coloque em um escorredor de macarrão e escalde com a água fervendo.

Na panela de pressão coloque o óleo e o corante, misture e deixe fritar uns segundos (cuidado para não queimar o corante), acrescente as moelas e refogue bem, coloque o tempero (não muito, lembre-se que vai colocar o creme de cebola, ele usou +/- 1/2 colher de sobremesa) a pimenta do reino, misture, acrescente água, tampe a panela, assim que começar a chiar, marque 35 minutos e verifique se esta macia (se não estiver volte para a pressão e cozinhe até ficar macia).

Sem a tampa volte com a panela para o fogo baixo, acrescente a pimenta bode picadinha, a cebola, misture, coloque o creme de cebola, misture bem e deixe engrossar e reduzir o caldo.

Na hora de servir polvilhe cebolinha verde por cima. 

Sirva acompanhada de pão ou torradas.

Dica: Dissolva o creme de cebola em um pouco de água para facilitar.

quinta-feira, 8 de novembro de 2012

Carne de Preguiçosa


Oie, tô andando meio sumida, né!!! Estou em uma correria louca e até o final de novembro vai ficar assim, é que minha outra metade, Fernanda a advogada, esta falando mais alto por aqui.

Até na cozinha ela tem tido voz mais ativa, então as receitas tem sido vapt vupt (mas vamos combinar, sem perder o sabor.)

Quer dar uma cara nova a tradicional carne moída com batatas, então esta é a receita certa e fica boa....ou melhor, muuuuuuuito boa.

No final de semana vou atualizar minhas visitas nas cozinhas "dosamigos e dasamigas".

Então bora para cozinha que hoje a receita é vapt vupt.




300 gramas de carne moída (usei patinho)
½ linguiça calabresa picadinha
½ cebola picadinha
100 ml de creme de leite (1/2 caixinha)
04 fatias de bacon
03 batatas médias em rodelas de 0,5 cm
Tempero mineiro caseiro
Sal e pimenta do reino moída a gosto
Azeite
1/2 colher de café de colorau

Modo de fazer: Em uma panela coloque 1/2 colher de sopa de azeite, a calabresa e a cebola leve ao fogo para dourar levemente, acrescente o colorau misture e após coloque a carne moída, deixe refogar bem, tempere como tempero caseiro e pimenta do reino moída  quando estiver bem cozida, acrescente o creme de leite, misture, desligue o fogo e reserve.

Em uma panela com água salgada coloque as batatas em rodelas e leve ao fogo, quando estiverem cozidas (mas não desmanchando), escorra.

Em um refratário levemente untado, coloque as batatas em rodelas, a carne moída por cima e finalize com as fatias de bacon.

Leve ao forno médio pré-aquecido por 25 minutos.

Dica: Pode substituir a linguiça calabresa por linguiça de pernil picada em pedaços.

Não colocar muito azeite ou óleo no preparo e nem para untar, pois o bacon vai soltar gordura na hora de assar.

segunda-feira, 5 de novembro de 2012

Almôndegas de Abobrinha ao Creme Tzatzíki

Tenho feito uma viagem pela culinária mundial (com meus livros da coleção Cozinhas do Mundo rss) passeando pela Grécia, dentre as várias receitas que amei, teve uma que especialmente me chamou atenção, almôndegas de abobrinha.

Sabia que não tinha como não ficarem deliciosas, na véspera do feriado (isto mesmo, fiz na sexta feira) comprei os ingredientes faltantes e já acordei na cozinha para prepará-las.

Gente é estupendo. Tive que trazer correndo para vocês. Experimentem e depois me contem se estou exagerando.

Então bora pra cozinha que estas almôndegas de abobrinha vão te deixar de joelho.



Para as almôndegas

01 cebola roxa média ralada
01 dente de alho espremido
500 gramas de abobrinha higienizada e ralada com casca
50 gramas de queijo feta cortado em cubinhos
50 gramas de queijo minas meia cura ralado grosso
01 pimenta fresca sem sementes picadinha (usei dedo de moça)
02 colheres de sopa de dill picado (não encontrei usei salsa)
01 ovo
03 colheres de sopa de pão amanhecido ralado (ou farinha de pão)
sal e pimenta do reino moída a gosto
farinha de trigo até dar o ponto
óleo para fritar

Para o creme tzatzíki

01 pepino japonês pequeno descascado e ralado
sal e pimenta do reino a gosto
300 gramas de iogurte natural de consistência firme (usei grego)
01 colher de sopa de dill picado finamente
03 dentes de alho amassados
azeite extra virgem de boa qualidade a gosto
suco de 1/2 limão

Modo de fazer: Em uma vasilha misture bem a cebola, alho, junte a abobrinha, os queijos, a pimenta, o dill (usei salsa), o ovo e o pão ralado. Coloque sal e pimenta do reino moída, vá colocando a farinha de trigo aos poucos, misturando até obter uma massa compacta e macia.

Com as mãos umedecidas pegue pequenas porções da massa faça bolinhas e achate-as levemente, faça assim até terminar toda a massa.

Frite em óleo quente até que estejam douradas.

Creme tzatzíki: Rale o pepino e coloque-o em um escorredor e tempere com sal, deixe descansar 10 minutos, após este tempo aperte-o com as mãos para eliminar água. Coloque em um vasilha com o iogurte, o dill (usei salsa) e o alho, misture bem. Tempere como azeite, suco de limão e a pimenta.
Leve a geladeira algumas horas antes de servir.

Dica: A consistência da massa não é dura, mesmo com a farinha de trigo ela fica mole, mas você percebe que já dá para fazer as bolinhas.

Não achei o dill por aqui, usei a salsinha, ficou ótimo, mas o dill deve dar um sabor diferenciado.


sexta-feira, 2 de novembro de 2012

Tulipa de Frango na Mostarda

...Hoje é sexta-feira, chega de canseira, nada de tristeza, pega uma cerveja, põe na minha mesa.. 

Cerveja, cerveja, cerveja, cerveja, cerveja...

E o tira gosto? Pode deixar que eu levo.

Então bora pra cozinha que neste feriadão vamos começar mais cedo.



500 gramas de tulipa de frango (por aqui chamamos de tulipa o meio da asa do frango)
sal a gosto
05 colheres de sopa de mostarda
óleo para untar ou fritar.

Modo de fazer: Coloque as tulipas em uma vasilha ou direto na assadeira levemente untada, tempere apenas com sal, coloque a mostarda e envolva toda a tulipa com a mostarda, deixe descansar 10 minutos.

Leve ao forno médio, pré aquecido, até assar, aqui em casa foram 40 minutos.

Sirva com cebola roxa finamente cortada por cima e rodelas de limão e claro, acompanhada de uma cerveja bem gelada.

Dica: Eu prefiro assar, mas se você quiser pode fritar por imersão (nunca fritei), pode também assar na brasa.


quinta-feira, 1 de novembro de 2012

Rolê de Pernil com Risoto de Açafrão


Em geral quando começo uma receita espero um resultado determinado, mas algumas vezes este resultado me surpreender, e como surpreende.

Este prato foi um destes casos, imaginei que ficaria muito bom, que os sabores se harmonizariam e completariam com perfeição. Ficou, sem falsa modéstia, perfeito.

Então bora pra cozinha que estes sabores vão lhe surpreender também.



Para 04 pessoas

Para o Rolê de Pernil
04 bifes de pernil de porco
04 ramos de alecrim
04 fatias média de cenoura
01 cebola partida em 04
04 fatias de bacon
Sal e pimenta do reino a gosto
papel alumínio

Para o Risoto de Açafrão
01 e 1/2 xícara de chá de arroz para risoto (usei arbóreo)
+/- 01 litro de caldo de legumes (usei caseiro)
01 cebola picadinha
azeite q.b.
01 colher de sopa cheia de manteiga
50 ml de cachaça
01 colher de café de açafrão
½ xícara de chá de queijo parmesão ralado
alecrim para decorar

Modo de fazer: Tempere os bifes de pernil com pimenta do reino e sal, deixe descansar por 15 minutos. Coloque 01 fatia de bacon, um bife por cima, coloque ao centro do bife 01 ramo de alecrim, 01 fatia de cenoura, 01 parte da cebola, enrole e feche com auxílio de palitos, envolva todo o rolê em um pedaço de papel alumínio fazendo um papilote. Repita o processo com todos os bifes, disponha-os em uma assadeira e leve ao forno médio até assar.

Quando estiver assado, abra-os os papilotes e volte com o rolê para o forno quente para dourar, aqui em casa ficou 40 minutos no papilote e 15 minutos com o papilote aberto.

Reserve aquecido.

Em uma panela coloque 03 colheres de sopa de azeite e a cebola, leve ao fogo, assim que a cebola ficar transparente, acrescente o arroz misture, acrescente a cachaça, misture e deixe evaporar por 02 minutos, coloque o açafrão, misture, abaixe o fogo e vá colocando o caldo de legumes até o arroz cozinhar, quando o arroz estiver no ponto desejado acerte o sal, acrescente a manteiga e o queijo ralado, misture, desligue o fogo e deixe descansar tampado por 03 minutos antes de servir.

Sirva o risoto com o rolê de pernil por cima e decorado com um ramo de alecrim.

Dica: Sirva quente.