segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

Arroz de Açafrão com Alho Poró

É isto mesmo, você entendeu direito, a receita de hoje é de arroz. Mas como assim arroz, muito simples, trivial, todo mundo faz. Eu sei, eu sei, ah... mas atire a primeira pedra quem não gosta e não gosta de ter um jeito novo de fazer o arroz nosso de todo dia. Afinal, arroz é sempre bom a gente ter muitas formas de fazer. 
Por isto hoje aqui na minha cozinha resolvi convidar você para comer um arroz saboroso, que cada garfada tem sabor de muito mais.
Então bora para cozinha que hoje vamos ter arroz.
Para 15 (pessoas)
05 xícaras de chá de arroz
05 dentes de alho espremidos
03 colheres de café de açafrão
01 talo grande de alho poró em rodelas finas
azeite extra virgem q.b
sal q.b.
Modo de fazer: Lave o arroz, deixe escorrer e reserve.
Em uma panela coloque azeite suficiente para refogar o arroz (usei +/-10 colheres de sopa) e acrescente o alho e deixe dourar, quando o alho começar a dourar coloque o açafrão, misture e acrescente o arroz. Refogue o arroz bem (+/- 15 minutos) mexendo sempre. Acrescente o sal e a água para cozinhar o arroz. Coloque em fogo mínimo e deixe até o arroz cozinhar.
Em um frigideira coloque azeite e o alho poró, um pitada de sal e refogue até o alho poró murchar. Reserve.
Assim que o arroz estiver cozido, coloque em uma travessa e jogue o alho poró por cima.
Dica: Pode substituir o alho poró por cogumelos.

sábado, 28 de janeiro de 2012

Rocambole de Muçarela de Búfala e Tomate Seco

No Ano Novo eu e uma amiga muito querida e especial resolvemos fazer uma ceia diferente na casa da mãe dela para comemorarmos a chegada do ano novo. Diferente porque não teve aquelas comidas tradicionais de ceia de Ano Novo, fomos juntando quem queria ir e cada um foi dando um sugestão de prato e o negócio foi crescendo, no final cada um levou o prato que tinha sugerido e virou uma verdadeira farra gastronômica.
Foi muito bom, a comida, dos mais variados tipos, estava deliciosa e  o mais importante foi estar e rever pessoas queridas e especiais.
A minha contribuição foi a torta aberta de bacon e alho poró, que já esteve por aqui, e este rocambole de muçarela de búfala. Tinha vista a receita em uma revista, mas nunca tinha feito e achei que iria bem com a ocasião e com o calor que estava fazendo. 
Confesso que tive um certo receio, afinal não sou muito fã de muçarela de búfala, mas o sabor me surpreendeu e digo com toda certeza este rocambole vai virar figurinha marcada. E revendo as fotos do final do ano percebi que não tinha convidado vocês para conhecerem esta delícia.
Falta corrigida.
Então bora para cozinha que hoje de entrada teremos rocambole de muçarela de búfala com tomate seco.


01 manta de muçarela de búfala
200 gramas de tomate seco
02 colheres de sopa de hortelã fresco picadinho
1 pote de cream cheese
03 colheres de sopa de requeijão cremoso
sal e pimenta do reino moída a gosto
Modo de fazer: Com o auxilio de uma tesoura pique o tomate seco em pedaços pequenos (mas não muito), reserve. Reserve o óleo em que ele vem conservado.
Em uma vasilha de vidro faça o recheio misturando o cream cheese com o requeijão e a hortelã. Reserve.
Abra a manta de muçarela de búfala, retirando apenas o plástico de cima. Polvilhe sal sobre a muçarela, espalhe o recheio, coloque por cima os tomates secos picados (reserve um pouco para decorar), enrole como um rocambole com o auxílio do plastico que ficou por baixo.
Coloque em uma travessa, coloque pimenta do reino moída na hora por cima, o óleo em que ficou conservado o tomate seco e o tomate seco que reservou, decorre com um ramo de hortelã.
Leve a geladeira até a hora de servir. Sirva com salada verde ou com pão italiano em rodelas

Dica: Pode substituir o recheio por creme de peito de peru defumado, creme de frango defumado, de salmão, mas sempre utilizando como base o cream cheese ou o requeijão.





sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

Couve Flor Assada ao Molho Rosado

Há algum tempo a Fabíola do Brie com Goiabada fez uma receita de couve flor  que me deixou muito curiosa pois tinha sido assada inteira. 

Fiquei com esta receita martelando na minha cabeça muito tempo, mas a oportunidade para faze-la não aparecia, mas durante as férias estava no super mercado e me deparei com a peça perfeita de couve flor e de imediato me lembrei da receita, não deu outra comprei a couve flor e fiz naquele dia mesmo.

Da receita original só reproduzi o conceito, pois não segui a mesma a risca, mas ficou saborosíssima e com certeza vai ter repeteco. 

Então bora pra cozinha que hoje vamos ter couve flor ao molho rosado.


01 peça de couve flor grande
01 xícara de leite
01 xícara de requeijão cremoso
01 cebola pequena picadinho
01 dente de alho espremido
01 colher de sopa de farinha de trigo
300 ml de molho de tomate caseiro
queijo minas ou parmesão ralado a gosto
sal e pimenta do reino moída a gosto
01 colheres de sopa de manteiga
azeite extra virgem

Modo de fazer: Lave a couve flor em água corrente e deixe por 30 minutos de molho na água com vinagre.

Em um panela grande coloque água com sal e coloque a couve flor inteira e deixe até ficar 'al dente' (+/- 35 minutos). Após cozida retire e reserve.

Em outra panela coloque a manteiga e 1 colher de sopa de azeite acrescente a cebola picadinha e o alho e deixe refogar até a cebola ficar transparente. Acrescente a farinha de trigo, misture e coloque o leite aos poucos, mexendo sem parar para não formar grumos, abaixe o fogo e deixe cozinhar por uns 5 minutos (vai formar um creme grosso, caso necessário acrescente mais farinha de trigo), após coloque o molho de tomate caseiro e o requeijão, misture, acerte o sal, deixe ferver mais 04 minutos, desligue e reserve.

Em um refratário untado com azeite coloque a couve flor no meio, polvilhe pimenta do reino moída na hora por cima, despeje o molho rosado e cubra com queijo ralado.

Leve ao forno por 30 minutos.

Dica: Não deixe a couve flor cozinhar muito para não desmanchar.

quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

Costelinha Crocante

A costelinha de porco é uma das minhas carnes preferidas, acho o sabor deste corte muito saboroso, e vira e mexe estou copiando, inventando e reinventando formas diferentes de fazer.

Inspirada pelo modo que fiz as coxas de frango a milanesa assadas pensei que as costelinhas poderiam ficar boas daquele mesmo jeito. Pois é, resolvi tentar e ficou muito saborosa e com uma textura crocante que agradou por demais lá em casa.

Depois, passeando pelos blogs das amigas, observei que várias faziam da mesma forma (e também descobri que minha receita não era novidade, kkk).

Quem já experimentou sabe o sabor e a textura que estou falando, quem ainda não experimentou não perca mais tempo sem experimentar.

Então bora pra cozinha, que hoje no almoço vamos ter costelinha de porco crocante.




01 kg de costelinha de porco picada
sal, alho e pimenta do reino a gosto
02 colheres de sopa de vinagre (usei de maça)
farinha de pão q.b.
manteiga q.b.
azeite extra virgem para untar

Modo de fazer: Tempere as costelinhas com o sal, alho e pimenta do reino moída na hora e deixe descansar por 01 hora.

Unte um refratário com azeite e reserve.

Coloque a farinha de pão em uma vasilha e empane as costelinhas, disponha as costelinha empanadas no refratário untado, coloque 01 colher de chá de manteiga sobre cada costelinha, leve ao forno para assar até dourar (aqui em casa demorou 40 minutos em forno médio).

Dica: Para empanar com mais facilidade coloque a farinha em uma vasilha com tampa, coloque as costelinhas, tampe e balance (de baixo para cima) por duas vezes a vasilha, destampe e estará empanado.

Para esta receita não  passar no ovo antes da farinha de pão.


quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

Pirão de Banana

Minha irmã havia me dito que comeu em um restaurante de Goiânia, não me lembro qual, um peixe com pirão de banana e que a mistura de sabores tinha ficado maravilhosa.

Na mesma hora me empolguei, já tinha guardada a um tempinho uma receita de pirão de banana que estava com muita vontade de experimentar, ai  foi só juntar a fome com a vontade de comer.

Muqueca de camarão acompanhada de pirão de banana e, meninas, vou confessar, que combinação profana, maravilhosa, só comendo para entender o que estou falando.

Então bora para cozinha que hoje vamos ter pirão de banana.



6 bananas nanicas, de vez, picadas com casca em 03 partes
01 cebola média picada em cubos
1/2 pimentão vermelho picado
400 ml caldo de legumes caseiro (ou 1 tablete dissolvido em 400 ml de água)
2 xícaras do caldo da muqueca ou do peixe de molho que estiver fazendo (opcional)
salsa, cebolinha e coentro picados a gosto
farinha de mandioca q.b. (usei 1/2 xícara de chá)
03 pimentas dedo de moça s/semente picada
03 colheres de sopa de azeite extra virgem
mix de tempero caseiro (sal, alho e pimenta)
01 colher de café de colorau

Modo de fazer: Coloque a banana para cozinhar numa panela com água e 01 
colher de sopa de tempero caseiro. Quando estiver mole, soltando a casca 
desligue, descasque,  amasse e reserve.

Numa panela bem quente, doure a cebola no azeite, coloque o colorau, o pimentão, a pimenta e refogue.

Coloque as bananas e o caldo de legumes e o caldo da muqueca ou do peixe 
e misture para a banana amassada incorporar ao caldo e deixe cozinhar (+/- 10 minutos) 

Coloque a farinha de mandioca aos pouco  e vá  mexendo até tomar 
consistência de pirão, acerte o sal, deixe cozinhar por alguns minutos em fogo 
baixo. 

Coloque a salsa, a cebolinha e o coentro e sirva.

Dica: Se não tiver o caldo do peixe ou da muqueca, aumente a quantidade do
caldo de legumes. Se estiver utilizando caldo de legumes industrializado 
dissolva o tablete em 800 ml de água.

A banana não pode ser madura tem que estar de vez (mais para vede) ou 
totalmente verde.

Se quiser pode aumentar a quantidade de pimenta.





terça-feira, 24 de janeiro de 2012

Muqueca de Camarão

Ainda estou com grande influência baiana, acho que é vontade das férias se prolongarem, rsss (mas quem pode me culpar).

Trouxe uns camarões maravilhosos da Bahia estavam tão grandes e bonitos e como não poderia demorar muito para fazê-los depois de muito pensar optei por fazer um muqueca de camarão e foi uma decisão pra lá de acertada.

O aroma da muqueca enquanto cozinhava, o sabor perfeito dos temperos...  hum... confesso, foi um orgia gastronômica.

E claro vocês não poderia ficar sem provar esta delícia, servi com um pirão de banana que amanhã posto a receita para vocês.

Então bora para cozinha que hoje você vai ser convidada para experimentar uma muqueca de camarão que, ufa, ficou dos Deuses.


01 kg de camarão VG (aquele maior) sem cabeça mas com a casca
01 kg de filé de camarão
01 pimentão amarelo grande em cubos médios
01 pimentão vermelho grande em cubos médios
01 pimentão verde médio em cubos médios
01 cebola grande em cubos pequenos
02 latas de tomate pelados 
10 pimentas dedo de moça
04 dentes de alho espremidos
700 ml de leite de coco
sal a gosto
02 colheres de sopa de azeite extra virgem
01 colher de sopa de azeite de dendê (opcional)
02 colheres de café de tempero baiano (opcional)
03 colheres de sopa de coentro picado.
03 colheres de sopa de cebolinha picada.

Modo de fazer: Amasse as pimentas dedo de moça e reserve.

Em uma vasilha faça um molho seco misturando os pimentões, a cebola, a pimenta, coloque sal a gosto e 01 colher de café de tempero baiano, reserve. 

Tempere os  camarões com um pouco de sal e alho, reserve (cuidado, pois no molho já tem sal). ATENÇÃO NÃO MISTURAR OS DOIS TIPOS DE CAMARÃO NA MESMA VASILHA.

Coloque em uma panela bem larga o azeite extra virgem e o alho, deixe dourar levemente, desligue o fogo.

Com a panela fora do fogo coloque os tomates pelados e com a ajuda de um amassador de batata amasse os  tomates como se fosse para fazer um purê (se ficar alguns pedaços não tem problema, coloque também o liquido que ficou na lata). Após, coloque metade do molho seco, acrescente os camarões VG, a outra metade do molho, o filé de camarão, acrescente o leite de coco misturado com 01 colher de café de tempero baiano, o azeite de dendê. Tampe e volte com a panela para o fogo até ferver e os camarões cozinharem (aqui em casa demorou 30 minutos).

Quando estiver cozido, desligue o fogo, coloque o coentro e a cebolinha por cima, tampe e deixe 05 minutos.

Sirva acompanhado de pirão de banana.

Dica: O ideal é fazer a muqueca na panela de barro, mas eu não tinha uma grande o suficiente.


As estrelas do muqueca





segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

Descaradinho

Bom dia!!!! 

Quantas saudades de vocês, da minha cozinha, da cozinha das minhas amigas, enfim de tudo. Mas as férias foram legais, a faxina na cozinha foi intensa e hoje estou voltando com a corda toda.

E em homenagem a vocês e para comemorar a volta das férias, trago hoje um prato que aprendi durante a minhas férias na Bahia.

Gente é muito, mas muito gostoso, a combinação da falsa muqueca de peixe com o requeijão e o pirão de mandioca ficou de dar água na boca.

Tenho certeza que vocês vão gostar. Ah claro que tenho outras novidades gastronômicas e claro que vou mostrar para vocês, mas aos pouquinhos, em doses homeopáticas, para que vocês possam apreciar cada uma bem devagarinho.

Então bora para cozinha que hoje você vai conhecer o descaradinho e tenho que vai lamber os beiços.


Para o peixe:

01 kg de peixe em postas (usei cação)
sal, pimenta e alho a gosto (para temperar o peixe)
01 colher de chá de tempero baiano.

Para o molho:

01 xícara de chá de pimentão vermelho picado em cubos médios
01 xícara de chá de pimentão amarelo picado em cubos médios
1/2 xícara de chá de pimentão verde picado em cubos médios
1/2 xícara de chá de cebola picada em cubinhos
03 tomates pelados picados 
04 colheres de sopa do molho que ficou na lata dos tomates pelados
02 colheres de sopa de água
03 dentes de alho espremidos
01 pitada de sal

Para o pirão:

01 kg de mandioca cozida com sal e amassada
02 latas de creme de leite
02 colheres de sopa de coentro picadinho
sal e pimenta do reino moída a gosto

01 pote de requeijão cremoso
azeite extra virgem q.b.
01 colher de café de colorau
queijo ralado a gosto

Modo de fazer: Tempere o peixe e deixe descansar por 40 minutos.

Misture os ingredientes do molho, exceto a cebola e o alho, tempere com o sal e reserve.

Em uma panela coloque azeite (+/- 04 colheres de sopa) a cebola e o alho, deixe até a cebola ficar transparente, coloque 01 colher de café de colorau, misture e desligue o fogo. Com a panela ainda quente, coloque metade do molho, o peixe e o restante do molho por cima. Tampe e volte com a panela para o fogo até o peixe cozinhar (aqui em casa demorou 30 minutos). Desligue e reserve.

Em uma vasilha amasse a mandioca e misture com o creme de leite, até formar um creme, coloque o coentro, misture, coloque a pimenta do reino moída e acerte o sal se necessário.

Montagem do prato: Em um refratário untado com azeite, coloque o requeijão no fundo, por cima o peixe de molho e após o pirão de mandioca, polvilhe queijo ralado e leve ao forno a 200º por 30 minutos.

Dica: Deixe a mandioca cozinhar até derreter, fica mais fácil para amassar. Se quiser pode bater a mandioca no processador.

Pode ser montado em porções individuais.







segunda-feira, 2 de janeiro de 2012

Estamos de Férias


Bom dia!!! Como foi a chegada de 2012? Aqui tive a certeza de que este ano vou ter muitos motivos para estar feliz.

Mas para 'limpar a cozinha' e 'lavar as panelas' neste início de ano vou fazer uma pausa. O Na cozinha lá de casa vai estar de férias até o dia 22/01/2012.

Na verdade desde o Natal já estou descansando, mas ainda estava fazendo algumas postagens e visitando as cozinhas da minhas amiga queridas, mas a partir de amanhã vamos lacrar o fogão e fazer uma faxina daquelas.

Mas no dia 23 de janeiro eu te espero aqui, sentadinho ali naquela mesa do cantinho para tomarmos um cafezinho bem quentinho, comer algumas delícias, jogar conversa fora, colocar as receitas, e para que eu possa lhe contar as novidades da minha cozinha.

Desejo a todos um 2012 cheio de coisas gostosas.

Beijo

Fê Dayrell